terça-feira, 31 de março de 2009

as viúvas de Al Berto


adivinho medos sanguíneos nas bocas desdentadas de mulheres viúvas
monologando sobre a morte devoram bolos
de confecção caseira pouco açucarados

em casa umas das outras
lamentam-se de vez em quando suspiram
ao olhar as fotografias dos que partiram
e tudo esquecem

porque a morte tem aqui a vida de uma anciã
em cujo peito se entorpeceu
a devoção pelas doçarias pelos nomes dos mortos
pelo negro
e pelos vistosos crisântemos de novembro

1 comentário:

Brás, Paulão disse...

por favor, isto não é fantástico?